Type Here to Get Search Results !

FLUNEWS por Raimundo Ribeiro: Time de Guerreiros

O Fluminense recebeu o Flamengo num Maracanã superlotado, e foi surpreendido com marcação alta, não conseguindo sair jogando como gosta, no toque de bola


por Raimundo Ribeiro

Assim foi até os 28 minutos, quando conseguimos equilibrar a partida.

O adversário jogava com marcação alta, inclusive com sua defesa marcando no meio campo, e quando não conseguia tomar a bola, fazia falta para parar a jogada.

Para piorar, Marcelo saiu machucado, entrando Guga improvisado na lateral esquerda.

Apesar da pressão adversária, marcando muito forte, terminamos o primeiro tempo com maior posse de bola, mas improdutiva, porque não conseguíamos criar chances claras de gol.

Voltamos para o segundo tempo e o time melhorou tocando a bola, mas de vez em quando leva sustos pela lentidão de Felipe Melo, que leva amarelo por uma falta, aos 4 minutos e aí entra em campo  o var que chama o conhecido soprador de apito daronco (minúsculo mesmo) e expulsa Felipe Melo. É uma vergonha essa arbitragem brasileira que descaradamente beneficia o time da globolixo, também conhecida como globovarmengo.

A expulsão obriga Diniz a tirar Pirani para entrada de Manoel.

Aos 19 minutos Gabi pisa a perna de Ganso, mas o soprador de apito e o varmengo ignoram olímpicamente.

O soprador de apito não marca falta quando o jogador do Fluminense é empurrado pelas costas, quando o jogador da globolixo "encaixa" a bola com as mãos, enfim o Fluminense joga com 10 contra os 11 e contra o soprador de apito e o var.
Para completar o "conjunto da obra", obra no sentido de merda, o soprador de apito dá uma "prorrogação" de 11 minutos, isto é até o time dele fazer gol.

Aos 49 sai Ganso extenuado para entrada de David Braz.
Para tristeza do  adversário + soprador de  apito + var,  e com menos 1 em campo, o time de guerreiros resistiu e  mesmo com a "prorrogação", o adversário conseguiu empatar com o Fluminense.

Os números são reveladores e mesmo com 1 a menos, o Fluminense fez 5 faltas enquanto o adversário teve 22 faltas marcadas ( foram muitas outras não marcadas), o que revela que nosso time é treinado para jogar futebol.

Apesar de todas as adversidades, o confronto fica em aberto para o segundo jogo, e o mínimo que nossa diretoria precisa fazer é não permitir mais que  sopradores de apito  fantasiados de árbitro e de var, sejam escalados para prejudicar deliberadamente o Fluminense, e exija uma arbitragem imparcial, o que obviamente resultará na vitória do bom futebol, sem mutretas e fuleiragens, já tão antigas no Brasil.

No próximo sábado, as 18:30 horas visitaremos o Botafogo, num clássico que vale a liderança do Brasileirão, e o Fluminense vai em busca de mais uma vitória.

Bora Fluzão 🇭🇺🇭🇺🇭🇺🇭🇺
Bora FLUZÃO!

*Raimundo Ribeiro é apaixonado por futebol e naturalmente tricolor.

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Top Post Ad

Below Post Ad