Type Here to Get Search Results !

União de forças marca cerimônia de posse das novas diretorias do Sinduscon-DF, Ademi-DF, Seconci-DF e Codese-DF

Nesta terça-feira (8) foi realizada a cerimônia de posse conjunta das novas diretorias do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF), da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF), do Serviço Social da Indústria da Construção do Distrito Federal (Seconci DF) e do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico do Distrito Federal (Codese-DF). As entidades reafirmaram seu compromisso com o desenvolvimento econômico e sustentável do Distrito Federal



A posse conjunta das diretorias foi pensada para simbolizar a parceria entre as quatro instituições e fortalecer a parceria institucional que sustenta a atividade individual de cada entidade. As gestões para o biênio 2023-2025 são lideradas por Roberto Botelho, presidente da ADEMI DF; Adalberto Valadão Júnior, presidente do Sinduscon-DF; Carlos Eugênio de Faria Franco, presidente do Seconci- DF, e Leonardo Ávila, reeleito presidente do Codese-DF. A nova diretoria das entidades foi eleita em junho e a posse administrativa das gestões aconteceu no mesmo mês.

A celebração conjunta da posse reuniu convidados do Executivo, do Legislativo, Judiciário e empresários do Distrito Federal em evento que destacou a importância do setor da construção para o desenvolvimento do DF. Além do governador e da vice-governadora do Distrito Federal e sua equipe, foram recebidos no auditório da CNC o presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputado distrital Wellington Luiz (MDB-DF), e diversos parlamentares locais como as deputadas Doutora Jane (MDB-DF) e Paula Belmonte (CIDADANIA-DF). Deputado federal, o ex-presidente da casa, Rafael Prudente (MDB-DF) também participou da cerimônia.

Na abertura da solenidade, o Banco de Brasília (BRB) homenageou os empossados e os ex-presidentes que deixaram os cargos. "Aos presidentes que saem o nosso especial agradecimento pela transformação que conduziram nos últimos anos. Desejamos sucesso aos presidentes que chegam. Contem com o BRB, com o nosso desejo de impactar esse setor e ter um novo ciclo de mais sucesso e conquistas", agradeceu o presidente do BRB," disse Paulo Henrique Costa.


Fotos: George Gianni.

Ibaneis
O governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), também esteve presente na abertura e anunciou um novo programa de refinanciamento de dívidas (Refis) para apoiar o setor produtivo na solução de perdas acumuladas durante a pandemia de Covid-19. "Nós vamos precisar alavancar mais uma vez o setor produtivo", disse o governador, que prestigiou o evento acompanhado pela vice-governadora Celina Leão, secretários, presidentes e diretores de diversos órgãos da administração.

"O novo Refis vai pegar todo o período da pandemia, que talvez tenha sido o período mais difícil que o empresário do DF enfrentou. Contamos com o apoio de todos os parlamentares e empresários agora para aprovar esse novo projeto", apontou Ibaneis. O governador cumprimentou os executivos: "os que saem foram grandes parceiros e com os que entram manteremos um relacionamento transparente".

"Me sinto muito em casa ao lado de tantos amigos. Nós desejamos sucesso a vocês, o sucesso de Brasília depende do setor produtivo", afirmou o deputado distrital Wellington Luiz, presidente da CLDF. "Contem com a CLDF, pois nós contamos como vocês", destacou. "Nós teremos muitos desafios", afirmou Celina Leão. "Mas qualquer que seja a pauta, saibam que o nosso governo estará de portas abertas", frisou a vice-governadora.

Compromisso com o desenvolvimento
Entronizados na liderança das instituições, os presidentes das entidades da construção e do Codese-DF reforçaram a importância da união e parceria em torno do objetivo comum de desenvolver o DF, com inclusão social, e renovaram os compromissos de cada instituição.

"Hoje é um dia muito especial, em que as entidades se unem para celebrar suas eleições. Isso demonstra a união do setor da construção na defesa de suas pautas", afirmou o presidente do Sinduscon-DF, Adalberto Valadão Júnior. "Vamos dar continuidade ao trabalho e acrescentar novas camadas para fortalecer a representatividade interna e externa", acrescentou, apontando a maior industrialização das obras e qualificação da mão de obra como prioridades da gestão.

"Nossa entidade está comprometida com o Distrito Federal; com a legalidade; com o respeito ao meio ambiente; com o desenvolvimento sustentável; com a geração de emprego e renda e com o sucesso e o lucro das empresas do mercado imobiliário", afirmou Roberto Botelho, novo presidente da Ademi-DF. "Não devemos demonizar o sucesso e o lucro, pois somente através do lucro podemos gerar novos investimentos, desenvolvimento, emprego e renda em um ciclo virtuoso na economia, refletindo no bem-estar da sociedade", defendeu.

"O Seconci-DF está de portas abertas e é muito importante que todas as empresas participem desse projeto", disse Carlos Eugênio de Faria Franco, presidente do Seconci-DF. "Assumo com muito orgulho, para dar continuidade ao trabalho atender a área social para os trabalhadores da construção, que são os que mais precisam", destacou. "Um novo mandato se inicia e eu me comprometo a me dedicar com entusiasmo para construir o Codese que a gente quer", afirmou Leonardo Ávila, presidente do Codese DF.

Refis III
O Refis III busca recuperar cerca de R$ 200 milhões de dívidas de tributos e impostos de pessoa física e pessoa jurídica, parte desse montante contraído durante o período de pandemia de covid-19. O plano do novo Refis é contemplar dívidas feitas até 2022, com descontos de até 99% de juros, e também terá entrada mínima de 10% da dívida mais o parcelamento do débito.

Já aprovado pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), o novo Refis terá seu projeto de lei enviado o quanto antes para votação na Câmara Legislativa do DF (CLDF).

"O governador determinou e estamos fazendo um grande esforço para aumentar a arrecadação e garantir os pagamentos em dia",  afirmou o secretário de Planejamento, Ney Ferraz, que também participou do evento de posse das entidades do setor produtivo. "A iniciativa do novo Refis, neste momento, é também uma oportunidade para empresas e cidadãos quitarem suas dívidas com o DF. A dívida ativa atual é de mais de R$ 34,5 bilhões."

Esse será o terceiro programa de refinanciamento de dívidas lançado pela atual gestão. Entre 2020 e 2021, o Refis I e o Refis II contemplaram mais de 66 mil pessoas físicas e 19,9 mil pessoas jurídicas, totalizando R$ 4,1 bilhões a serem recebidos em até dez anos.

Essas duas edições do Refis concederam descontos nas negociações relativas a ICMS, Simples Candango, ISS, IPTU, IPVA, ITBI, ITCD e TLP, além de débitos não tributários.

Entidades
 Os executivos empossados agradeceram aos diversos entes que têm apoiado o setor e as atividades de cada instituição. Esse reconhecimento alcançou o governador Ibaneis Rocha e sua equipe, o presidente do BRB e da CLDF, o Sebrae-DF, a Fecomércio-DF, o INCC, a Fibra, o Sticombe Brasília, o empresário Paulo Octávio entre outros.

As entidades também receberam representantes da entidade nacional da construção civil – a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) – e de entidades do setor produtivo e outros parceiros do setor da construção como a Associação Brasiliense de Construtores (Asbraco), o Instituto Nacional de Condomínios e Apoio aos Condôminos (INCC), a Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra-DF); a regional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-DF); o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Distrito Federal (CREA); o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal; e o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brasília (STICOMBE Brasília) entre outros.  

Postar um comentário

0 Comentários
* Please Don't Spam Here. All the Comments are Reviewed by Admin.

Top Post Ad

Below Post Ad