Ibaneis faz moradia digna para mais 70 famílias no Sol Nascente

Desde 2019, 378 famílias da região administrativa conquistaram o sonho de ter um imóvel próprio

Foto: Caio Pedro.

Setenta famílias concretizaram o sonho da casa própria nesta sexta-feira (30) ao receberem as chaves dos primeiros apartamentos do Residencial Horizonte, localizado no Trecho 2 do Sol Nascente. Somente na região administrativa, quase 400 famílias conquistaram o imóvel próprio por meio de programas do Governo do Distrito Federal.

Essas 70 unidades habitacionais fazem parte de um complexo habitacional com 420 unidades de dois e três quartos com sala, cozinha e banheiro. O complexo habitacional tem estacionamento rotativo, área para comércio no térreo e imóveis com 56,69 m² e 68,36 m². Com investimento de R$ 55 milhões, o empreendimento está gerando cerca de 600 postos de trabalho.

"Quando assumimos o governo quase não existiam projetos de moradia. Fomos criando e tirando do papel empreendimentos como esses no Sol Nascente, onde já entregamos apartamentos, e também no Itapoã Parque, Samambaia, Recanto das Emas e São Sebastião. Nesses quatro anos trabalhamos muito e, para um segundo mandato, pretendemos construir quase 80 mil moradias", afirma o governador Ibaneis Rocha.

O empreendimento faz parte do programa habitacional Morar Bem, executado pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab). Com 15 projetos diferentes no Distrito Federal, o Morar Bem está presente em seis regiões administrativas: Itapoã, Recanto das Emas, Riacho Fundo, Samambaia, São Sebastião e Sol Nascente/Pôr do Sol. De 2019 até 2021, 3.648 cidadãos foram beneficiados pelo programa – só no Sol Nascente, o número de moradias entregues chegou a 308, sem contar com as unidades do Residencial Horizonte.

"Vamos fechar 2022 com mais de 6,8 mil unidades habitacionais entregues à população. Esse conjunto aqui no Sol Nascente ainda tem a vantagem de estar próximo ao restaurante comunitário e à rodoviária, que estamos construindo. Então, a população que morar aqui vai estar perto de equipamentos públicos", acrescentou Ibaneis Rocha.

Entre os projetos de moradia para serem entregues até 2027, há unidades no Recanto das Emas, Samambaia, Ceilândia, São Sebastião, Riacho Fundo, Riacho Fundo II, Planaltina, Sobradinho, Guará, Santa Maria e Brazlândia.

Edilayne Martins

"Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida." (Bob Marley)

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem

Destaques

6/trending/recent